Como obter cidadania europeia? Entenda todo o processo

Escrito por Luciano Batista de Lima
Publicado em 31 out 19
como obter cidadania europeia

Todos sabem que o Brasil é um país miscigenado e, por essa razão, é comum encontrar brasileiros que são descentes de europeus e que tem dúvidas sobre como obter cidadania europeia.

Existem diversos benefícios em ter a cidadania europeia, como poder trabalhar e estudar na Europa legalmente, sem ter que se preocupar com burocracias e poder viajar para muitos países sem precisar de visto.

Assim, se você deseja saber como é possível obter cidadania europeia, acompanhe o artigo que vamos apresentar todos os detalhes. Veja!

Quais são os requisitos para obter cidadania europeia?

Cada país da Europa conta com normas distintas para a obtenção de sua cidadania, assim, o ideal é que o descendente europeu consulte as regras específicas da nação de origem de seu descendente.

No entanto, a fim de auxiliá-lo, vamos apresentar os principais requisitos. Veja!

Casar com um cidadão do país

Os indivíduos que se casam com cidadãos europeus podem obter a cidadania europeia depois de alguns anos de casamento, para tanto, cada país da Europa determina um período específico, em geral, depois de 3 anos do matrimônio é possível dar entrada na solicitação da cidadania.

Ser descendente de um cidadão europeu

A naturalização europeia por jus sanguinis (em português, direito de sangue) é uma das mais comuns e faz com que os descendentes de um europeu tenham direito a cidadania.

Cada país define as regras e os limites de geração e, na maioria deles, é possível que bisnetos, netos e filhos de europeus tenham direito a cidadania da nação de origem de seus descendentes.

É válido ressaltar que alguns países têm regras mais rígidas, como a Alemanha, que somente a filiação alemã dá direito à cidadania. Ao mesmo tempo, outras nações têm regras mais flexíveis, como a Itália, que não tem limite de gerações.

Como é o processo para obter a cidadania europeia?

O processo para obter a cidadania europeia conta com diferentes etapas. Veja quais são elas!

Contrate um advogado

O processo de como obter cidadania europeia exige, normalmente, que o interessado reúna a documentação de seus descendentes, solicite a tradução juramentada dos documentos e pague as taxas necessárias para dar início ao trâmite.

Assim, por se tratar de um processo com diversas etapas e considerando que cada país da Europa tem as suas próprias regras com relação à cidadania, o recomendado é procurar por um advogado, uma vez que existem profissionais especializados na função que são capazes que auxiliar e direcionar o interessado em sua solicitação.

Reúna as certidões necessárias

Para comprovar o parentesco ou o casamento é fundamental reunir a maior quantidade de documentos possível que comprovem a relação do interessado com o europeu. Em geral, é preciso obter as seguintes certidões, de todos os envolvidos no processo:

Para obter a documentação necessária, é recomendado solicitar online aqui as certidões exigidas, a fim de diminuir a burocracia e agilizar o processo.

Dê entrada no pedido

Após reunir todos os documentos necessários e, se for o caso, contratar um advogado especializado, o interessado deve, por fim, dar entrada no seu pedido de cidadania europeia.

Para tanto, é possível realizar a solicitação por conta própria ou, ainda, contratar assessorias para auxiliar durante o processo. O fundamental é ter atenção a todas as regras para que o pedido não seja negado ou cancelado.

Agora que você já sabe como obter cidadania europeia, veja se você se encaixa nos requisitos que apresentamos e, em caso positivo, comece o quanto antes a sua busca pelas certidões necessárias para dar entrada ao processo, a fim de usufruir de todos os benefícios de se tornar um cidadão europeu.

Se você gostou do post, inscreva-se na newsletter para receber os novos conteúdos!

Receba conteúdos como esse por e-mail!

Fique por dentro dos nossos conteúdos, promoções e novidades.


Por Luciano Batista de Lima

Acadêmico de Direito. Experiência:  13 anos de atuação em Cartório de Registro Civil em Santa Catarina, sendo que destes, 8 anos foram como Oficial Substituto.

Comentários

Conteúdos Relacionados

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

O ato de reconhecer firma é necessário em muitas situações. Descubra todas as informações importantes sobre esse recurso jurídico. Você já tentou alugar um imóvel oferecido por uma imobiliária? Se sim, sabe da lista de documentos que precisa apresentar, além de cópias...

ler mais
Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Você vai se casar e quer saber qual sobrenome do marido passa para a esposa? Então, vale ler este texto até o final para tirar suas dúvidas. O casamento civil e a união estável são vínculos que garantem alguns direitos e deveres ao casal. A formalização do matrimônio...

ler mais
Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Você sabia que existem regras de como colocar sobrenome no filho? Caso nunca tenha ouvido falar sobre o assunto, você vai gostar de conhecer os critérios dessa formalização civil. Os pais de primeira viagem têm muitas dúvidas em relação aos passos iniciais da criança....

ler mais