Quais são os documentos para casar? Veja quais você deve separar!

Escrito por Luciano Batista de Lima
Publicado em 8/01/2024
documentos para casar

Assim como qualquer outro processo civil, existem os documentos para casar exigidos para dar entrada no processo.

Isso porque, não é somente a união da vida de duas pessoas, mas também, a unificação por meio de documento dos cônjuges.

Entenda a seguir mais informações sobre quais são os documentos para casar exigidos.

Documentos para casar: Veja quais separar!

Abaixo, destacamos os principais documentos para casar, necessários para o procedimento.

1. RG e CPF

Cópias dos documentos de identidade e Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos noivos são essenciais.

Certifique-se de que estejam atualizados e em bom estado.

2. Certidão de Nascimento Atualizada

A certidão de nascimento é um documento fundamental.

Ela deve ser recente, emitida no máximo há 6 meses antes da data do casamento, e deve conter todas as informações atualizadas.

3. Comprovante de Residência

Um comprovante de residência em nome de pelo menos um dos noivos é necessário.

Pode ser uma conta de água, luz, telefone ou contrato de aluguel, por exemplo.

4. Informações Profissionais

Alguns cartórios solicitam informações sobre a profissão dos noivos.

Esteja preparado para fornecer dados como ocupação, local de trabalho e renda.

5. Documentos da Religião Escolhida

Dependendo da religião escolhida, podem ser exigidos documentos específicos.

Consulte o líder religioso responsável pela cerimônia para saber se há requisitos adicionais, como cartas de recomendação ou participação em cursos pré-matrimoniais.

6. Certidões de Casamento Anteriores (se aplicável)

Caso um ou ambos os noivos já tenham sido casados anteriormente, é necessário apresentar as certidões de casamento e, se for o caso, a de divórcio ou óbito do cônjuge anterior.

7. Taxas e Custos Associados

Além dos documentos pessoais, é importante considerar as taxas e custos associados ao casamento.

Isso inclui as taxas do cartório e, eventualmente, taxas da igreja ou local da cerimônia religiosa, bem como honorários do líder religioso.

O casamento religioso tem efeito civil?

Sim, o casamento religioso pode ter efeito civil, isso significa que o casamento celebrado perante uma autoridade religiosa também pode ser reconhecido como válido para fins civis, dispensando a necessidade de uma cerimônia civil separada.

No entanto, para que o casamento religioso tenha efeito civil, ele deve cumprir certos requisitos estabelecidos pela legislação do país em questão.

No Brasil, por exemplo, é necessário que a cerimônia religiosa atenda a determinadas formalidades previstas no Código Civil, e que o registro do casamento seja feito em um cartório de registro civil em um prazo específico após a celebração religiosa.

Se você está planejando se casar dessa forma, certifique-se de seguir todas as orientações da sua religião e separar os documentos para casar!

Para novas opções de conteúdos sobre esse assunto, considere acompanhar o nosso site!

Receba conteúdos como esse por e-mail!

Fique por dentro dos nossos conteúdos, promoções e novidades.


Comentários

Conteúdos Relacionados

Conheça os diferentes tipos de casamento que existem!

Conheça os diferentes tipos de casamento que existem!

Para quem está prestes a dar o grande passo ou simplesmente curioso sobre as diversas formas de oficializar uma união, este conteúdo é um guia completo sobre tipos de casamento. Segundo o site CNN, mais de 932,5 mil de casamentos já foram registrados no Brasil....

ler mais