Declaração de Emancipação – Quais os Documentos Necessários?

Escrito por Luciano Batista de Lima
Publicado em 22 set 17
Documentos Necessários Para a Declaração de Emancipação

Os documentos necessários para emancipar o menor não são muitos, porém, o ato da emancipação é de grande importância perante a lei. Criado para fornecer a liberdade de prática de negócios e atos jurídicos.

Veja por que fazer o registro de emancipação

A ideia da emancipação é que o até então relativamente incapaz possa realizar o que a lei permite somente aos maiores de idade antes do atingimento da maioridade prevista em lei. Assim, as pessoas que possuam entre 16 e 18 anos de idade serão declarados, perante a lei, independentes, sendo permitido a esses a prática de certos atos e/ou negócios.

Todos os incapazes podem ser emancipados?

As pessoas com idade inferior a 16 anos são classificados pela lei como absolutamente incapazes. Essa condição não permite a declaração de emancipação, sendo necessário a tutela ou curatela de um responsável legal ou dos pais. De acordo com o Código Civil, somente os relativamente incapazes podem obter a emancipação através de declaração em escritura pública.

A declaração de emancipação cabe ao emancipado?

O registro de emancipação constará como uma averbação da certidão de nascimento da pessoa. Para realizar a emancipação do relativamente incapaz, os pais (ao menos um deles deverá estar presente, sendo necessário a apresentação dos documentos do que não pôde estar presente) ou responsáveis legais deverão estar presentes, já que apenas esses é que podem emancipar o menor.

O registro é gratuito?

Para realizar o registro, deve-se pagar uma taxa no cartório. Importante lembrar que as taxas variam conforme o estado brasileiro. Os documentos necessários para o procedimento são o RG e o CPF dos pais ou responsáveis, ou de um dos pais, em caso de viuvez e RG, CPF e certidão de nascimento do filho, originais e cópia. No caso de responsáveis legais, é obrigatório a apresentação do documento de tutela do menor, expedida pelo Conselho Tutelar do município. Se um dos pais for falecido, será necessário, ainda, a certidão de óbito, para comprovação da condição de viuvez.

Qual o prazo de liberação do registro?

Após o registro, em escritura pública no Tabelionato de Notas, o documento é liberado no mesmo dia. É possível ter um registro através da emissão de uma certidão de nascimento atualizada, emitindo através do cartório online.

Receba conteúdos como esse por e-mail!

Fique por dentro dos nossos conteúdos, promoções e novidades.


Por Luciano Batista de Lima

Acadêmico de Direito. Experiência:  13 anos de atuação em Cartório de Registro Civil em Santa Catarina, sendo que destes, 8 anos foram como Oficial Substituto.

Comentários

Conteúdos Relacionados

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

O ato de reconhecer firma é necessário em muitas situações. Descubra todas as informações importantes sobre esse recurso jurídico. Você já tentou alugar um imóvel oferecido por uma imobiliária? Se sim, sabe da lista de documentos que precisa apresentar, além de cópias...

ler mais
Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Você vai se casar e quer saber qual sobrenome do marido passa para a esposa? Então, vale ler este texto até o final para tirar suas dúvidas. O casamento civil e a união estável são vínculos que garantem alguns direitos e deveres ao casal. A formalização do matrimônio...

ler mais
Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Você sabia que existem regras de como colocar sobrenome no filho? Caso nunca tenha ouvido falar sobre o assunto, você vai gostar de conhecer os critérios dessa formalização civil. Os pais de primeira viagem têm muitas dúvidas em relação aos passos iniciais da criança....

ler mais