É permitido plastificar Certidão de Nascimento? Entenda aqui!

Escrito por Luciano Batista de Lima
Publicado em 30/01/2024
plastificar certidão de nascimento

Afinal, posso plastificar certidão de nascimento? Será que existe algum impedimento para esse recurso?

O fato é que preservar documentos é uma preocupação comum entre aqueles que desejam manter suas informações importantes seguras e legíveis ao longo do tempo.

No entanto, quando se trata de certidões de nascimento, muitas dúvidas surgem, especialmente em relação à possibilidade de plastificar.

Entenda abaixo mais detalhes sobre se é ou não permitido plastificar certidão de nascimento.

Plastificar Certidão de Nascimento é proibido?

Em termos gerais, não há uma lei específica que proíba plastificar certidão de nascimento.

A plastificação de documentos é uma prática comum, no entanto, é fundamental verificar as normativas específicas de cada estado ou município, pois podem existir regulamentações locais sobre o assunto.

Em muitos casos, cartórios e órgãos responsáveis pela emissão de certidões podem orientar sobre as melhores práticas.

A plastificação de fato é geralmente solicitada em documentos como:

  • Identificações (RG, CPF)
  • CNHs.

É uma das muitas medidas eficazes para conservação de documentos, evitando machas, acumulo de umidade ou poeira que pode com o tempo deteriorando o documento.

Essas opções são oferecidas por papelarias e livrarias, os órgãos federais e cartórios não realizam esse tipo de procedimento.

Como conservar seus documentos?

Conservar documentos é essencial para garantir a integridade e a legibilidade ao longo do tempo.

Além da plastificação, existem diversas práticas que contribuem para a preservação adequada dos seus documentos.

1. Armazenamento adequado

Guarde seus documentos em locais secos, longe da exposição direta à luz solar.

A umidade pode causar danos significativos, como manchas e mofo, enquanto a luz solar direta pode desbotar a tinta e deteriorar o papel.

2. Pastas e envelopes específicos

Utilize pastas e envelopes específicos para documentos, esses materiais são frequentemente feitos de materiais não ácidos e ajudam a proteger contra danos externos.

3. Evite grampos e clipes de metal

Evite o uso de grampos ou clips de metal, pois podem causar ferrugem e manchas nos documentos ao longo do tempo, opte por prendedores de plástico ou papel.

Manter uma cópia digitalizada dos documentos também é uma estratégia inteligente para preservar informações essenciais em caso de perda ou deterioração do original.

Plastificar certidão de nascimento não é proibido por lei, mas é fundamental verificar as normativas locais para garantir conformidade, antes de realizar qualquer procedimento.

Além da plastificação, adotar práticas de conservação adequadas é essencial para preservar documentos importantes ao longo do tempo.

Para mais informações sobre cuidados com documentos e assuntos relacionados à certidões e cartórios, fique por dentro de novos conteúdos publicados acessando o nosso site.

Receba conteúdos como esse por e-mail!

Fique por dentro dos nossos conteúdos, promoções e novidades.


Comentários

Conteúdos Relacionados

Conheça os diferentes tipos de casamento que existem!

Conheça os diferentes tipos de casamento que existem!

Para quem está prestes a dar o grande passo ou simplesmente curioso sobre as diversas formas de oficializar uma união, este conteúdo é um guia completo sobre tipos de casamento. Segundo o site CNN, mais de 932,5 mil de casamentos já foram registrados no Brasil....

ler mais