Estudar no exterior: quais são os documentos necessários para fazer intercâmbio!

Escrito por Luciano Batista de Lima
Publicado em 17 out 19
estudar no exterior

Estudar no exterior é um diferencial buscado por estudantes em todos os níveis e áreas de formação.

Na graduação e pós-graduação esse tipo de experiência é ainda mais proveitosa, pois o participante já terá atingido a maioridade e, eventualmente, poderá acumular o estudo com o trabalho, caso ache conveniente ou necessário.

Os benefícios da vivência no exterior vão além dos conhecimentos obtidos nos bancos e laboratórios de universidades, mas também, é enriquecedor pelo contato com linguagens, cultura e a qualidade de vida existente em outros países. Também aumenta a empregabilidade dentro e fora do país de origem.

Continue sua leitura e saiba quais são os documentos necessários para que você estude no exterior. Confira!

O que precisa para estudar no exterior?

1 – Carta de admissão

É o documento que comprova que o estudante foi aceito para estudar na instituição que a emite. Ela é expedida após a participação em processo seletivo, que pode envolver a aprovação em exame admissional e/ou a análise de currículo do candidato.

Ela atesta a finalidade da ida ao exterior, e facilitará a vida do estudante em todas as etapas que antecedem a sua ida para o país de destino.

A certificação por meio de testes que comprovem conhecimento da língua do país em que está localizada a sede da instituição é fundamental, e países como a Inglaterra exigem fluência mínima para que o candidato seja admitido para estudar no país.

2 – Comprovantes da vida acadêmica

Alguns documentos são exigidos por razões óbvias, como o diploma ou certificado de colação de grau do candidato à vaga de pós-graduação no exterior. Da mesma forma, quem pretende passar uma temporada durante a graduação, deverá comprovar que está matriculado em curso de uma instituição de ensino superior.

Documentos e certificados que comprovem bom proveito da vida acadêmica, como a publicação de trabalhos científicos, trabalho voluntário e participação em atividades extracurriculares aumentam as chances dos candidatos serem aceitos em programas de intercâmbio.

Outra exigência comum é a indicação de professores por meio de cartas, portanto, a boa relação com o corpo acadêmico da sua instituição anterior ou atual pode oferecer uma ajuda desejável.

3 – Passaporte, visto e documentos pessoais

O passaporte é feito pela Polícia Federal brasileira, já o visto deve ser solicitado no consulado do país de destino. O visto antecede a viagem e deve ser obtido no país de origem. Com a carta de admissão, a tendência é que o visto seja emitido.

Também é importante estar com a documentação pessoal em dia, com a versão na língua estrangeira feita por um tradutor juramentado.

Esse documento é obtido em cartório e o custo varia em razão da extensão da documentação e do Estado em que será feito, pois a tabela de preços dos cartórios é definida por meio de lei estadual.

4 – Carteira de vacinação e seguro de saúde

Antes do embarque é necessário comprovar que está vacinado de acordo com as exigências do país de destino e, também, é preciso contar com a apólice do seguro de saúde. São imprescindíveis e ajudam a garantir a saúde do estudante.

A contratação do seguro de saúde é feita por valores baixos, isso garante um ótimo custo-benefício, pois o atendimento e tratamento por uma perna ou braço quebrado, por exemplo, custaria muito mais caro.

Diversos documentos podem ser obtidos pela internet, mediante solicitação a um cartório online. Aproveite as vantagens oferecidas pela tecnologia, e consiga a sua documentação com economia e comodidade.

Agora que você sabe o que fazer para estudar no exterior, veja como pedir a 2ª via da sua certidão de nascimento online!

Receba conteúdos como esse por e-mail!

Fique por dentro dos nossos conteúdos, promoções e novidades.


Por Luciano Batista de Lima

Acadêmico de Direito. Experiência:  13 anos de atuação em Cartório de Registro Civil em Santa Catarina, sendo que destes, 8 anos foram como Oficial Substituto.

Comentários

Conteúdos Relacionados

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

Reconhecer Firma: Saiba tudo sobre esse assunto!

O ato de reconhecer firma é necessário em muitas situações. Descubra todas as informações importantes sobre esse recurso jurídico. Você já tentou alugar um imóvel oferecido por uma imobiliária? Se sim, sabe da lista de documentos que precisa apresentar, além de cópias...

ler mais
Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Qual sobrenome do Marido passa para a Esposa?

Você vai se casar e quer saber qual sobrenome do marido passa para a esposa? Então, vale ler este texto até o final para tirar suas dúvidas. O casamento civil e a união estável são vínculos que garantem alguns direitos e deveres ao casal. A formalização do matrimônio...

ler mais
Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Como colocar sobrenome no filho? Saiba como fazer!

Você sabia que existem regras de como colocar sobrenome no filho? Caso nunca tenha ouvido falar sobre o assunto, você vai gostar de conhecer os critérios dessa formalização civil. Os pais de primeira viagem têm muitas dúvidas em relação aos passos iniciais da criança....

ler mais